terça-feira, 6 de janeiro de 2009

PRESENTE

Outro dia fui assistir ao filme “Sete Vidas”, com Will Smith como protagonista. Eu que já acredito em viver cada momento como se fosse o último – ok, serei honesta: TENTO fazer isso diariamente – saí do cinema ainda mais certa disso. O ano é novo, mas os temas são recorrentes... Afinal, quem não quer ser melhor que ontem em todos os sentidos? Falo de sentimentos neste momento, embora “crescer” em várias direções não é tarefa fácil nem para plantas... Tenho sido testemunha viva de que os encontros e seus antônimos não são obras do mero acaso. Ás vezes não entendemos porque as coisas acontecem/não acontecem. Na minha experiência pessoal (e profissional) observo que podem passar segundos ou anos, mas a resposta acaba chegando, basta estarmos atentos. E neste momento me vem aquela frase: “Com o tempo não precisamos de cadeados para nos sentirmos presos”. Seja pelo passado, pelo presente, pela consciência, pelo coração, pelo desejo, pela fome, pela gula... E isso só pra citar alguns exemplos. De repente se passaram dez minutos, dez anos. E ainda somos os mesmos, diz a música - ou não. Um dos melhores verbos do mundo é “surpreender”. Conosco ou com alguém, ou com alguma coisa. É uma das maiores provas de que a vida muda a qualquer instante. E isso ao mesmo tempo em que nos paralisa, nos impulsiona. A fila anda. Ainda bem! E eu estou aqui neste novo 2009 gritando bem alto: PRESENTE!!! Em todos os sentidos!

8 comentários:

Cami disse...

Eu tenho uma frase de cabeceira que, acho, vou tatuar no corpo, pois penso nela a cada amanhecer ou cada vez que a coisa pega:
"...Se é de batalha que se vive a vida, tente outra vez..." Raul Seixas.

E o teu texto me fez lembrar dela novamente.

Beijão linda!

Sophie disse...

Também grito bem alto, como você falou, Presente!
E deixa 2008 pra lá... agora são as novas mudanças, novas experiências, novos obstáculos a vencer!
=***

Nathália disse...

Acho que isso de viver cada momento como se fosse o último tem que ser avaliado com muito cuidado. Senão acredito que cometemos muitos excessos.
Rsrs.
Mas é sempre bom se divertir intensamente.

Beijo!

Dany disse...

“Com o tempo não precisamos de cadeados para nos sentirmos presos”.

Eu li essa frase em dois blogs hoje: no seu e no de outra amiga!
Seria isso uma mensagem subliminar?!

;)

Bjocas e espero que você realmente faça isso que deseja! Eu procuro fazer isso sempre!

Dama de Cinzas disse...

É isso mesmo, Carla! Eu vi esse filme no domingo, e ele me fez pensar bastante, mais do que já penso, sobre o que podemos ou não fazer de nossas vidas... Acho que vou continuar pensando e agindo, pensando e agindo, até ver onde vai dar...

Beijocas

Andréa disse...

Simplesmente M-A-R-A!!!!
Mais do que nunca grito Presente. Mais do que sempre procuro cada espacinho para crescer e me multiplicar.
Não é porque tivemos uma festa de reveillon que meus problemas ou desassossegos ficaram para trás.
Ao contrário: vou buscar a solução das coisas... Nem que leve dez anos!!
Beijão,
Andréa

PS: saudades master-panzer-plus-advanced de vc!!!

Adriano Queiroz disse...

Pois é, pois é, poizé.

Final e começo de ano nos coloca neste embate.

Abraços.

Cesar disse...

Agora que vc ta presente em todos os sentidos eu vou sugerir uns dos tres em comum...rsss

Presente. No seu blog!