domingo, 1 de março de 2009

LONGE

Tantas aventuras... O pequeno homem e seu pai oferecendo sapoti, sem eles mesmos terem o que comer. A calda doce escorrendo da boca, ali, naquele calor do sertão. Longe de tudo e de todos, inacreditavelmente longe. Sabores novos, olfato a mil, o corpo todo em polvorosa. Engraçado que por mais longe que estejamos, sabemos o que trazemos no coração, pensou. “Talvez não revelemos nem a nós mesmos, mas que sabemos, sabemos.” Divagava. Sentada no rio, olhando o mar... Lugar solitário aquele. Nenhuma alma viva por quilômetros, a não ser a própria. Areias tão brancas como nunca os olhos dela haviam visto. Mas ela sabia que ele estava ali, observando-a. Ela sentia. Não entendia porque ele não dava nenhum sinal há meses, já que insistia em dizer a todos como sentia falta dela. Melhor assim? Existem coisas nessa vida que momentaneamente não tem explicação. Ela acreditava que com o tempo TUDO se explicava por si só. O achava covarde, só isso. Não acreditava em pessoas com medo da vida, de viver, do amor. Simplesmente não acreditava. Existem situações que acontecem apenas uma vez, com determinada pessoa e nunca mais. Quando o caso era esse, ela redobrava os passos dados. Porque já havia aprendido que para sentimentos bons o que interessa é o HOJE. Amanhã, o que será? No fundo ela tinha certeza que ele acompanhava todos os seus passos. Ela sabia. Só não entendia pra que. Mas isso já era outra história...

5 comentários:

Sophie disse...

Parece que arriscar nos faz mais firmes, mais fortes. Mais inteiros. MAis felizes. Se não der certo, ganhamos maturidade, se der ganhamos felicidade.

E como eh bom estar longe por certos momentos...
;)

=**

Cami disse...

Acredito que, mesmo longe, certas pessoas têm seus passos lado a lado até o fim de suas vidas.

Bjão!

Andréa disse...

E se a história fosse ao contrário? Se ela acompanhasse durante anos os passos dele, e ele soubesse que ela estava ali desde sempre?
Como seria se um dia se um dia ela abrisse mão de tudo isso?
Estou perdida, muito, muito triste.
Abriram mão de mim.

Dany disse...

Uma vez ouvi uma frase que me chamou bastante atenção. Dizia assim: "A amanhã é muito longe pra quem não tem a eternidade".
Uma verdade.... Nos preocupemos com o hj, amemos hj, sejamos felizes hj!
O amanhã pode nem chegar!
bjos

Cris Animal disse...

Oi Carla !
Acho que algumas vezes, não é importante saber o porquê das coisas. Elas implesmente acontecem e não podemos intervir.
Assim como, os sentimentos. Eles nascem e se fazem presentes.

...ela sentia, mas não via...sabia que ele a acompanhava...

Pra que entender?.....rs
Lindo texto
beijo
...............Cris Animal