sexta-feira, 12 de setembro de 2008

NÃO SEI - CORA CORALINA

Não sei...
Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
mas sei que nada do que vivemos
tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
- Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa, verdadeira, pura... Enquanto durar.

2 comentários:

Vanessa disse...

Que a vida seja intensa. Um brinde à vida.
=]

Obrigada pela visita gentil ao meu blog. Volte sempre que quiser, o Essência estará de portas abertas.
beijos

Sérgio disse...

Que maravilha! Coincidentemente ontem fui a um sebo e adquiri "Vintém de Cobre", de Cora Coralina. Conhecia a autora por meio de vídeos e textos biográficos, mas nunca havia lido nenhum livro dela. Estou me deliciando com a forma simples e poética com que Cora conta suas histórias. E o legal é que consigo visualizar com clareza os cenários por onde se passam, pois há dois anos estive em Goiás Velho e passei em frente à "casa velha da ponte", casa onde ela viveu por anos.
Este blog está demais!
bjs,
Sérgio