quinta-feira, 2 de outubro de 2008

GENTILEZA

SELF-SERVICE:
Após constatar que o azeite havia acabado:
- Por favor, você poderia me arranjar mais azeite? - Vou ver se ainda tem lá dentro e volto já! Alguns minutos depois com o vidro de azeite já nas mãos: - Pronto, aqui está! - Ah, muito obrigada, tenha uma boa semana! - Nossa!!! E ri desconcertada. - O que? - Ninguém fala isso pra gente! Até estranhei! - Ué, é o mínimo que posso dizer diante do seu gesto... - Puxa, obrigada... corando. Tão raro alguém olhar pra nós...
POSTO DE GASOLINA
- Bom dia! Por favor, pode completar o tanque! - Ah...bom dia... Sim... - Ah, o senhor também pode dar uma olhada no óleo, na água e calibrar os pneus? - Lógico, é pra já. Terminado o trabalho, enquanto efetuo o pagamento: - Muito obrigada! Tenha um bom final de semana! - Posso falar uma coisa pra senhora? - Claro, que é? - Sabia que a senhora é a única mulher que vem aqui no posto e sempre cumprimenta a gente? Mulher não fala com a gente não... - Bom, eu venho aqui há vinte anos e vou continuar falando ok? E tenha um super final de semana! – estendo a mão. Ele não sabe o que fazer, pega o pano que lustra os vidros, limpa a mão e me estende. - Puxa, obrigada... – totalmente sem graça – Um ótimo final de semana pra senhora também! Vá com Deus! - Fique com ele!
BANCO
Após aguardar as seis pessoas na minha frente, naquela fila que dizem que você é MASTER, SUPER, MEGA BLASTER SPECIAL: - Bom dia! - Bom dia – a caixa me abre um sorriso enorme. - Ah, que bom ver alguém sorrindo! Às vezes me sinto meio sozinha nesse quesito... Ela ri. Pois não? – pergunta. - Por favor, pode fazer estes depósitos, este pagamento e também vou sacar. - Claro, estou aqui para isso! Em cinco minutos deu conta do recado e detalhe: hora do almoço, horário de pico nos bancos. - Pronto. Aqui estão seus comprovantes. Tenha uma boa semana! - Muito obrigada, pra você também e parabéns pela eficiência e atendimento. Acho que vou sugerir ao pessoal da minha agência que venham aqui aprender o que é simpatia com você! Ela ri. - E tem mais: vou escrever um email elogiando seu atendimento. Afinal, emails da Ouvidoria servem também para elogios, certo? - Jura que a senhora vai me elogiar? Todo mundo já chega aqui de mau-humor, reclamando... Nossa, nem acredito que alguém faz elogios por email... - Então escreve aí teu nome e o número dessa agência e deixa o resto comigo. Tenho certeza que você lembrará quando o email chegar... - É pra já! Muito, mas muito obrigada mesmo!!! E uma boa semana! - Obrigada! Pra você também! E saí já sentindo o pessoal que estava atrás de mim na fila me olhando com aquela cara de: “Pô, não tem mais o que fazer não, do que ficar aí conversando com a caixa? Pano rápido.
Depois ouvimos por aí que as pessoas estão sozinhas, não arranjam namorado(a), amigos(as), que as coisas estão difíceis, que a culpa é do Governo ... Quanto mais eu vivo mais observo: Pensamento é ação.
E como já dizia a Marisa Monte: "por isso eu pergunto a você no mundo
se é mais inteligente o livro ou a sabedoria
o mundo é uma escola a vida é um circo
amor palavra que liberta
já dizia um profeta
apagaram tudo, pintaram tudo de cinza..."
PS: já enviei o email. Vamos aguardar a resposta.

8 comentários:

Veronica Kraemer disse...

SIMPLESMENTE MARAVILHOSOOOOOOOOO!!!
Era tudo que eu precisava ler hoje, Carla!!! Não estamos sozinhas !!!
Beijos no cuore:))))))))))))

Flavinha disse...

A gente se acostuma com a inversão das coisas, não é? Vamos levando na flauta a indiferença e a falta de cordialidade, até que isso comece a soar normal no dia a dia. Já reparou como é esquisito quando a gente cruza no elevador com o vizinho do andar de cima, diz bom dia e ele se atrapalha pra responder?

O mundo hije se atrapalha pra dizer bom dia.

Muito bom o texto, Carla. Obrigada pela visita que me fez, seja muito bem vinda! Voltarei mais vezes pra acompanhar esse mundinho pra chamar de nosso:)

Beijo, linda semana pra vc.

felipe lima disse...

Gentileza é produto em falta no mercado. Mas ainda bem que a produção é nossa e somos auto-suficientes. Só precisamos acordar.

Cara de 30 disse...

Tem um programa numa rádio carioca que chama "A Hora do Blush". Faz uma sacada com "a hora do rush" já que ele é transmitido das 17h às 19h, de segunda à sexta, sendo apresentado por duas mulheres.

Bem, vamos ao caso... No programa as apresentadoras pregam a gentileza para o nosso fabuloso mundo moderno como a arma para desarmá-lo.

Como elas mesmas dizem, tem muita gente que não sabe receber uma gentileza... Por exemplo, você ceder o lugar no ônibus ou no metrô para alguém e essa pessoa não compreender o gesto que se está fazendo.

Acho importante demais isso... Infelizmente, não consigo colocar em prática todos os dias. :P

Parabéns por você conseguir.

Luciana Santos Silva disse...

Eu me lembrei daquela ÓTIMA propaganda do Kuat... que um pessoal está no metrô, de cara amarrada, indo para casa. Daí, vem um rapaz e diz que quer fazer diferente... e começa a assobiar a música dos 7 anões... Para deixar o mundo menos cinza!

Rafs disse...

O (i)mundo precisa mais disso, e menos do que já anda rolando...
E é dependendo da gente,e dessas pequenas (e enormes) coisas, que vamos escolher retirar os parentêses e evidenciar o I (ainda oculto, felizmente, mas nem tanto), ou então tornar o (i)mundo novamente um mundo!

Adorei!! Tô linkando tbem!!
bjin!

Robson disse...

Ei Carla!
Adorei esse post, me traduziu na integra, falo sem babaquices, mas é verdade... Tanho um prazer absurdo em falar bom dia! boa noite! e observar o nome no crachá das pessoas pra chama-las por ele.
Penso que isso transforma pro bem, de um jeito maior do que a gente pode medir...
Bj e BOM DIA!!!!

Claudia Goulart disse...

Carla,
Só pude passar aqui hoje e adorei o post.
Pena que hoje em dia esses fatos são exceção e não regra.
Mas não vou desistir nunca!

Um caso: Não suporto fazer compras nos Supermercados Sendas, a maioria dos funcionários são mal treinados e pouco se importam com os clientes.
Na filial perto da minha casa contrataram umas funcionárias novas e a postura é outra; ela comprimenta, tem sempre um sorriso no rosto e é educada. Resumo: ode ter a fila que tiver, prefiro ir ao caixa dela a enfrentar o mal humor das outras.
bjs